top of page

Como vender imóveis a diferentes gerações




O avançar da tecnologia e a mudança nas formas de consumo ao longo das últimas décadas, aceleraram o processo de segmentação de gerações. Se antigamente se falava de diferentes tipos de gerações de forma espaçada, nos últimos anos, começam a surgir mais gerações e em menores períodos ou distância de tempo.

Assim, percebe-se também, que ao surgirem novas gerações surgem também novos modos de vida, novos formatos de consumo e novas necessidades. Como profissional do mercado imobiliário, é fundamental estar atento(a) às alterações das gerações, e em concreto à sua forma de pensar, de agir, e até na forma como encaram a vida profissional, as responsabilidades e a sociedade.


Então, como negociar imóveis com pessoas que integram diferentes gerações?

Negociar imóveis é sem dúvida um enorme desafio, e maior se torna se a geração com quem negociar não for a sua geração. Dessa forma, para para que possa ter sucesso na negociação, é essencial que o consultor conheça a geração da pessoa com quem negocia. É importante conhecer o contexto histórico de cada geração para compreender o que cada cliente quer e procura.


Eis algumas dicas para o (a) auxiliar nas negociações imobiliárias


Geração Baby Boomer: Demonstre conhecimento e segurança

A geração baby boomer compreende os nascidos na década de 40 à década de 60, o período pós Segunda Guerra Mundial. Pela sua experiência de luta e de conquistas de direitos, falamos de uma geração dominada por idealismos e cujo crescimento não foi assente num mundo tecnológico ou com uso de tecnologias.

Por norma, e de uma forma generalizada, são resistentes a mudanças e procuram estabilidade. Nas negociações para comprar ou vender imóveis, procure mostrar o seu lado profissional, relacional, de confiança e segurança, sempre com uma comunicação directa, offline e presencial.

A Geração Baby Boomer, porque valoriza o todas as etapas relacionadas com a busca de direitos e garantias, tende a ponderar bastante no momento de negociar um imóvel.


Geração X: inovação para vender imóveis

Esta geração nasceu entre 1960 e 1980 e é uma geração marcada pela Guerra Fria e todas esses fatores históricos reflectem na sua forma de consumir, forma de viver e até na definição das suas prioridades.

Ainda que tenham algumas características da geração Baby Boomer, esta geração é mais competitiva, mais individualista e começa a dar alguma prioridade a inovações, atendendo também que é nesta geração que se começa a perceber, estudar e conhecer mais o impacto da publicidade e de uma publicidade mais intensa.

Para fechar negócios com clientes desta geração, apresente as vantagens financeiras e um Report atualizado.


Geração Y: o relacionamento nas negociações imobiliárias

A geração Y é a geração conhecida como Millennials e que nasceu entre 1980n e 2000. São considerados como uma geração imediata e que “nasceram” com a tecnologia. Procuram e dão prioridade a coisas mais rápidas e no momento, e a compra de imóveis não é de todo diferente.

Para fechar ou negociar com esta geração, preze um bom relacionamento, honestidade, a apresentação de dados, priorizando a utilização da tecnologia e aplicações. Esta geração valoriza mais as causas e sustentabilidade pelo que é importante que o profissional possa ter conhecimentos nessa área assim como partilhar valores nesse sentido. Assim, esta geração opta muitas vezes por uma decisão mais em linha com esses valores, do que vantagens financeiras ou patrimoniais.


Geração z: agilidade nos processos

A geração Z é composta por pessoas nascidas ente 2000 e 2010. Para esta geração a tecnologia é parte integrante do seu dia. Aliás, esta geração não conhece a vida sem a tecnologia como a usamos no dia a dia e por esse motivo são também chamados de “nativos digitais”.

São uma geração que dificilmente separa o online do offline e por esse motivo é importante que demonstre conhecimento e facilidade em dominar várias presenças online. É importante para eles a escolha de um parceiro avançado tecnologicamente e que promova esse avanço.

A sua imobiliária ou o profissional deve aproveitar os diferentes meios de comunicação e principalmente usando os que melhor servem os propósitos da sua marca. É importante comunicar em diversos canais e de forma mais rápida com esse público.


Geração Alpha: a tecnologia como incentivo no processo de compra

Esta geração nascida após o ano de 2010, já tem a tecnologia como algo “ natural”. E com o avançar das redes sociais a sua dependência às mesmas tende a crescer. É uma geração que começa a ter contacto com níveis avançados de tecnologia, como inteligência artificial ou machine learning e conhece os proveitos da mesma no dia a dia. Ou seja, se as pessoas já vivem com esses conceitos é importante que o profissional imobiliário não fique atrás, pois essa geração valoriza quem partilha dos seus conhecimentos.

Para comunicar com esta geração é fundamental que a sua imobiliária, ou os seus profissionais, invistam em recursos tecnológicos e que estejam por dentro dos novos avanços, utilizando as melhores e mais avançadas práticas tecnológicas no sector.



Tendências e caminhos do profissional do mercado imobiliário

Depois de percorridas as principais características das várias gerações, é importante que o profissional perceba, que acima de tudo, precisa de estar aberto à utilização de outras metodologias. Se até à data era possível dizer que a imobiliária utilizava um método e que esse método era válido por vários anos, agora essa não é a realidade.

Podemos afirmar que é imperativo que as imobiliárias revejam as suas metodologias de trabalho e de contactos para que estejam adaptadas às futuras gerações. Nesse sentido a escolha do CRM, como o imo360, é fundamental para que possam trazer as mais avançadas funcionalidades e metodologias para o seu dia a dia pois a tecnologia e os dados produzem resultados.



Comments


bottom of page